Eletrólise da água como alternativa aos fungicidas

Um projeto de investigação australiano estuda a possibilidade de recorrer à eletrólise da água como alternativa aos fungicidas usados na agricultura.
Hoje em dia, um vasto leque de produtos químicos é usado, em todo o mundo, para aumentar a produtividade agrícola, em detrimento da saúde e do ambiente.
O método testado na Austrália já é usado para matar bactérias em produtos frescos. A água eletrolisada obtém-se passando uma corrente elétrica através de um tanque que contém água e cloreto de sódio.

«As aplicações possíveis são o combate às doenças nos produtos vegetais, a desinfeção dos equipamentos, a segurança alimentar, que passa por lavar os produtos frescos e aumentar o ciclo de vida dos alimentos», refere Karine Cadoret, responsável pela associação de agricultores.
Os pesticidas estão associados ao colapso das abelhas, que são responsáveis por 80% da polinização das plantas agrícolas.
Em 2013, a Europa proibiu o uso de três pesticidas comercializados por grandes nomes da indústria. Apesar do voto contra de vários países incluindo Portugal, a medida foi aprovada pela maioria dos Estados.

Nathan Richardson é um dos agricultores que testam atualmente o método da água eletrolisada.
«Tudo o que pudermos fazer para reduzir o impacto dos pesticidas na flora e na fauna pode ser muito positivo», disse Richardson.
De acordo com vários estudos internacionais, os pesticidas usados na agricultura convencional são desreguladores endócrinos e interferem com o sistema hormonal, causando problemas de fertilidade e tumores.

Fonte: Euronews/Agronegócios.