Programa “Agrichains: Cadeias de Produção Agrícola” concede 8 Bolsas de Doutoramento

agrichainsA Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Universidade do Minho (UM) lançam hoje, 11 de fevereiro, as candidaturas ao programa doutoral internacional ‘Cadeias de Produção Agrícola – da mesa ao campo’ – (AgriChains).

A iniciativa vai conceder oito bolsas de doutoramento, financiadas pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.

As candidaturas decorrem até 27 de fevereiro e o programa tem início previsto a 7 de abril.

O concurso está aberto a todos os interessados nesta área, sendo que, depois de selecionados, os candidatos terão o apoio dos gabinetes das universidades, nomeadamente do Gabinete de Relações Internacionais, na obtenção de vistos e restantes procedimentos de integração.

O programa visa oferecer competências ao nível das cadeias de produção agrícola com o objetivo de assegurar a competitividade através da transferência de conhecimento das universidades.

A coordenação está a cargo do Centro de Pesquisa e Tecnologia da Agro-Ambiental e Ciências Biológicas (CITAB/UTAD e CITAB/Pólo da Universidade do Minho), em colaboração com o Centro de Química de Vila Real (CQVR).

O AgriChains tem como parceiros internacionais a Universidade Politécnica de Valência e a Universidade de Wageningen.

Ler aqui.

Foto: Agrichains.