Portugal destaca-se pela qualidade do mirtilo

Morango biológico cresce!

Por Bernardo Madeira

mirtilo

Quando, em 2011, a revista AGROTEC teve a sua primeira edição existia já uma pujante fileira da framboesa no Algarve e Odemira, que andava de braço dado com a produção de morango.

Na altura tivemos oportunidade de entrevistar alguns dos responsáveis de grandes empresas que apresentaram a sua visão futura para o mercado da framboesa e do mirtilo em Portugal.

Para o primeiro caso acreditavam na fruta mas não acreditavam que pudesse duplicar, triplicar ou mesmo prever que se quintuplicasse a produção, como sucedeu.

Em relação ao mirtilo… Lembramo-nos de algumas comentários que desacreditavam a possibilidade de esta fruta vir a ter qualquer hipótese em Portugal, sobretudo no norte do país, com empresários pulverizados e produzindo numa época muito próxima do Verão.

Quanto ao sucesso da fruta no Sul, esta não teria chances, uma vez que é uma fruta que “anda de navio” e portanto, o Chile seria sempre capaz de arruinar uma eventual produção fora de época.

Volvidos 7 anos o panorama mudou completamente.

Os mesmos grupos empresariais e empreendedores apressaram-se a instalar grandes pomares de mirtilo, crescendo a um ritmo semelhante ao que vimos acontecer há 4 anos no Norte. Norte que é, atualmente, a região padrão em termos europeus para a qualidade.

Recentemente Fred Douven da abbGrowers terá mesmo dito“ Em termos de qualidade, penso, Portugal este ano será o melhor. A Espanha tem boa qualidade, mas também tem a pior do mercado, (…) e a fruta de Marrocos não é, em minha opinião, a de melhor sabor”.

Com a saída do número de Junho 2018 da Pequenos Frutos estaremos em pleno arranque da colheita do mirtilo na região norte. Os preços serão mais modestos do que os que se transacionam desde Janeiro em Odemira, que chegou, segundo o GPP a passar os 9€/kg, porém, as cada vez mais profissionais e bem estruturadas organizações de produtores do norte certamente vão garantir mais um ano dourado para esta produção, sendo que grandes exportações estão previstas, este ano, para Inglaterra, que tenderá a substituir a Espanha por Portugal!

Novidade de 2018 é o volume de morango biológico que está a ser produzido e exportado, produto que tem vindo a ganhar grande espaço no mercado nacional e internacional, não havendo ainda capacidade para suprir a forte procura.

Em termos de mercado assinala-se a notícia bem recente da alteração da estratégia comercial da associação entre a Special Fruit e a BFruit. De acordo com a Special Fruit, de hora avante a B-Fruit deixará de se dedicar à comercialização da fruta, a nível internacional, restringindo-se a sua atuação ao mercado português e não europeu, centrando-se, também, a sua atuação na gestão dos produtores nacionais.

Nota editorial: Artigo publicado no suplemento Pequenos Frutos 23, publicado com a edição impressa da Agrotec 27.

Para aceder à versão integral, solicite a nossa edição impressa.

Contacte-nos através dos seguintes endereços:

Telefone 225899620

E-mail: marketing@agropress.pt