UTAD parceira do centro Fraunhofer para investigação em agricultura de precisão

O centro Fraunhofer a instalar em Vila Real para investigação na área da agricultura de precisão, com incidência na vinha e vinho, é apresentado esta quinta-feira no âmbito do aniversário da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

utad

«A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai se inserir numa rede de conhecimento de dimensão internacional e numa área em que a universidade tem competências reconhecidas, que é a agricultura, mas respondendo aos novos desafios societais que é a ligação às novas tecnologias», afirmou à agência Lusa o reitor António Fontaínhas Fernandes.

A academia transmontana assinala na sexta-feira o seu 33.º aniversário, mas a celebração tem início no dia anterior, na quinta-feira, com a apresentação do novo centro Fraunhofer em Portugal, numa iniciativa que deverá contar com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

O novo centro, especialmente voltado para as áreas do vinho e da vinha, vai ficar instalado no Regia Douro Park, no âmbito de uma parceria com a UTAD, e representa um «avanço notável na afirmação internacional» da universidade.

Fontaínhas Fernandes afirmou que, naquele centro, desenvolver-se-á investigação de «acordo com os interesses do tecido empresarial», neste caso com destaque para as empresas do Douro.

O reitor deu como exemplo a adaptação às alterações climáticas, o uso eficiente da água, a viticultura inteligente, entre outros domínios, com o objetivo de «contribuir para uma maior sustentabilidade do território».

A Fraunhofer – Gesellschaft é a maior organização de investigação aplicada na Europa, tem uma equipa de cerca de 25 mil pessoas distribuídas em mais de 80 centros de investigação no mundo, incluindo 69 institutos na Alemanha.

A sessão de apresentação do centro está integrada nas Jornadas PERIN 2019 “+Ciência + Europa”, onde marcarão presença especialistas em agricultura de precisão e empresários ligados ao setor do vinho.

Estas jornadas visam apresentar a rede “PERIN – Portugal in Europe Research and Innovation Network”, que tem como missão reforçar e duplicar a participação de Portugal no próximo programa-quadro europeu de investigação e inovação, “Horizonte Europa”, bem como facilitar a concretização da “Estratégia de Inovação para Portugal 2018-2030”.

São várias as jornadas que se vão realizar entre quarta-feira, 20 de março e 12 de abril, contarão sempre com a participação do ministro Manuel Heitor, e consistem em workshops subordinados a diversas áreas prioritárias na promoção das atividades de investigação e desenvolvimento (I&D) em Portugal, tais como: saúde, inteligência artificial, tecnologias de produção e agroalimentar.

Ainda na quinta-feira, a UTAD realiza o evento “Radical #6”, com a conferência “O radical é normal: reinventando os humanos” por Alfons Cornella, que apresentará também o seu livro “Educar humanos num mundo de máquinas inteligentes”.

Na sexta-feira, o comissário europeu da Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, realiza reuniões com autarcas, empresários e elementos da academia com o «objetivo de perspetivar o futuro quadro comunitário».

À tarde, ocorrerá a sessão solene do aniversário, cuja oração de sapiência será proferida precisamente por Carlos Moedas. Nesse dia realiza-se ainda uma «caminhada sustentável» no campus da UTAD, sob o lema “Uma eco-universidade para o futuro”.

As comemorações terminam no sábado com a realização do evento ECO@UTAD 2019, um dia preenchido por diversas atividades voltadas para a consagração da biodiversidade no campus da universidade e fora dele, destacando-se a plantação de três mil árvores no Parque Natural do Alvão (PNA).

Fonte: Lusa