UTAD debate territórios rurais

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai ser palco entre 13 e 15 de outubro do 11º Colóquio Ibérico de Estudos Rurais, que reunirá cerca de 275 participantes oriundos de países da Europa e América do Sul, como o Brasil, Espanha, Portugal, México, Uruguai, Itália, Polónia, entre outros.

Entre os participantes contam-se professores, investigadores, estudantes, deputados europeus, técnicos, representantes de associações e empresários, que debaterão, em conjunto, o tema “Desenvolvimento Inteligente e Inclusivo em Territórios Rurais”.

O objetivo é promover a discussão e análise de ideias, propostas e resultados de investigação e de experiência real já obtida sobre a aplicabilidade e aplicação da agenda do crescimento inteligente e do desenvolvimento sustentável e inclusivo nos territórios rurais em diversos contextos geográficos e socioculturais, com destaque da Europa e da América Latina.

O evento é organizado pela Sociedade Portuguesa de Estudos Rurais (SPER), a Asociación Española de Economía Agraria (AEEA) e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) através do Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD), em parceria com a Asociación de Geográfos Españoles (AGE), os Grupos de Sociología Rural y de la Alimentación de la Federación Española de Sociología (FES), a Rede de Estudos Rurais (RER, Brasil), a Sociedad Española de Historia Agraria (SEHA) e a Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (SOBER).

Os Colóquios Ibéricos de Estudos Rurais, que se realizam desde 1988, «vêm-se assumindo como um espaço consolidado de debate multidisciplinar e transdisciplinar sobre a identificação e análise dos desafios e oportunidades suscitados pela especificidade e diversidade dos territórios rurais, juntando para isso académicos, investigadores, peritos e profissionais de vários campos disciplinares de vários países, em particular dos que têm laços históricos e culturais com a Península Ibérica», salientam os promotores.