UE incentiva Tunísia a Exportar Azeite

A Comissão Europeia (CE) anunciou que pretende aumentar, ainda que temporariamente, a oferta de azeite proveniente da Tunísia no mercado europeu.
A CE ofereceu, de janeiro de 2016 até ao final de 2017, uma isenção de taxa para 35 mil toneladas de azeite tunisino, a que irá juntar às 56.700 toneladas já previstas no Acordo de Associação UE-Tunísia.

Bruxelas justifica a decisão com a necessidade de recuperação da economia tunisina, que sofreu graves quebras, depois dos ataques terroristas que se registaram nos últimos meses no país. O azeite é o produto mais exportado pela Tunísia para a UE e é responsável por um quinto do total de postos de trabalho gerados pela agricultura do país.

No último meses já se registou um aumento significativo das exportações de azeite tunisino para o mercado comunitário. Entre novembro de 2014 e agosto de 2015 superaram as 286.000 t, gerando um volume de negócios de mais de 8.200 milhões de euros), segundo os dados do governo tunisino.
O motivo deste forte aumento foi a grande redução da produção de azeite em Espanha e Itália para esta campanha 2014/2015, o que levou à necesside destes países aumentarem as suas compras ao exterior, especialmente ao mercado tunisino.

Desde meados de dezembro passado, os preços tunisinos do azeite encontram-se abaixo dos de Espanha e Itália, Em finais de agosto, o preço na Tunísia era de 4,13 €/kg, contra os 4,19€ em Espanha e os 5,53€ em Itália.

Ler aqui.