FacebookLinkedin

Agrotec

UE: Exportação de carne suína sobe apesar de embargo russo

exportacoesApesar do embargo da Rússia, que até este ano era o principal cliente da UE, as exportações comunitárias de suínos a países terceiros aumentou 3% em maio, chegando às 242.562 toneladas. Este aumento é consequência do efeito conjunto do konw-how das empresas comunitárias, a elevada procura mundial e a reduzida oferta nos EUA, como consequência do vírus da diarreia epidémica suína (PED).

As exportações comunitárias aumentaram para o Japão (+43%), Coreia do Sul (+89%), Filipinas (+78%), EUA (+49%) e Austrália (+15%).

Nos cinco primeiros meses de 2013, a UE exportou para a Rússia 294.500 tn, enquanto que no mesmo período de 2014, a quantidade exportada foi de apenas 252.000 tn, devido ao embargo.

A China também reduziu as suas compras. Enquanto que de janeiro a maio de 2013, as importações chinesas aumentaram 40% até às 280.700 tn, no mesmo periodo de 2014 reduziram-se em 10.000 tn.

Os mercados da Ucrânia e Bielorrússia também desceram. O primeiro passou de 49.300 tn nos primeiros meses de 2013 para 35.200 no mesmo período de 2014. No caso do segundo, a redução foi de 32.600 tb para 4.500 tn.

A melhoria das exportações em maio não foi capaz de compensar as reduções aos quatro primeiros meses do ano. Como consequência, as exportações acumuladas até maio aumentaram para 1.132.000 tn, que é o mesmo que dizer -8,6% do que nos cinco primeiros meses de 2013.

Ler aqui.