Rotulagem obrigatória de carne aprovada em Conselhos de Ministros

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, anunciou que o diploma sobre a rotulagem obrigatória da carne de porco será aprovado em Conselho de Ministros, esta quinta-feira (21 de abril), e vai aplicar-se também à carne de ovino, caprino e aves.

O ministro explicou que o diploma obriga a que o nome do país de origem seja escrito por extenso, para que os consumidores fiquem mais bem informados sobre a origem dos produtos que consomem.

Também será obrigatória para carnes de outros países, cujo nome também terá de ser escrito por extenso.
Capoulas Santos acrescentou, que também já apelou à indústria de laticínios para que, nos pacotes de leite, queijo e manteiga, seja claramente posta a identificação nacional, eventualmente até a bandeira nacional, uma ideia que o ministro reforçou.

Capoulas Santos reafirmou também que vai ser atribuído aos agricultores um prémio por cada vaca, estimando que poderá haver, para esse efeito, uma verba superior a oito milhões de euros, que poderá traduzir-se num apoio médio de 40 euros por vaca.

Fonte: Lusa/Agronegócios (via TecnoAlimentar).