Revista AGROTEC nº 1

Revista Agrotec nº 1

Haverá Agricultura para lá de 2013 ?

Quando todos os setores económicos soçobram a Agricultura, por muitos desprezada como economia de subsistência, sinal de atraso económico e de um Portugal atávico, destaca-se cada vez mais como um setor resistente à crise e um bom refúgio de capital.

Na agricultura alguns setores vivem momentos de euforia, graças a preços internacionais muito favoráveis, por outro, colhendo agora os “frutos” dos primeiros anos de fundos comunitários, é já evidente um conjunto de empresas que soube bem aproveitar os recursos disponibilizados e dá cartas a nível internacional. Neste contexto de reimpulso da Agricultura é que surge a AGROTEC, uma revista Técnico-Científica Agrícola, que repensa o setor de uma forma pragmática e moderna.

No primeiro número, a revista apresentou a sua estrutura base por grandes secções permanentes, representando as principais áreas do agronegócio, desde a Apicultura à Zootecnia.

Divide-se a revista em artigos de demonstração (como fazer) e divulgação de boas práticas, artigos de carácter técnico e finalmente artigos de divulgação científica, toda ela cheia de atualidades e principalmente novidades.

No presente número damos destaque a uma empresa líder no mercado dos pequenos frutos e no do mel. Perspetivamos o futuro da Agricultura segundo alguns “players”. Comparamos máquinas de apanha de azeitona. Conhecemos a biofumigação e as estufas góticas. Descobrimos flores comestíveis e temos um sábio olhar para a pecuária portuguesa nos tempos de crise e ainda ficamos a conhecer o que é uma vaca Jersey e o que quer dizer Girolando.

É uma revista cheia de energia, coragem e força, para uma agricultura que, como diz Miguel Lopes Gonçalves, é neste momento “the fashion business”.