Quero apostar em limões. Como devo proceder?

limoes

Resposta

A produção de limões para utilização doméstica em Portugal encontra-se dispersa um pouco por todo o país, surgindo muitas vezes nas hortas ou em combinação com outras fruteiras.

A produção organizada, em maior dimensão, concentra-se sobretudo no Algarve, ocorrendo também na zona do Ribatejo e Oeste perto de Lisboa, na península de Setúbal e, em menor escala, no Entre-Douro e Minho.

A razão da sua localização prende-se em grande parte com a sensibilidade ao frio, em particular a sua baixa tolerância às geadas. É uma cultura também sensível a ventos fortes e algo exigente em temperatura e luz, um número elevado de horas de luz é necessário para que a produção seja elevada e o calibre satisfatório. Em termos de necessidades hídricas, é uma cultura que precisa de 600 a 1000 mm anuais de água, tendo maiores exigências entre a floração e a colheita.

Gosta de ar húmido, permitindo a humidade do ar frutos mais tenros, de casca mais fina e mais sumarentos. No entanto, é bastante sensível ao excesso de água no solo, que pode levar ao aparecimento de doenças e à asfixia radicular.

É igualmente sensível à salinidade, a utilização na rega de água rica em sais pode, a prazo, reduzir sensivelmente o rendimento à colheita.

Prefere solos de textura grosseira a mediana, sendo o seu desenvolvimento muito comprometido em zonas de má drenagem. Em solos mais ligeiros, os frutos adquirem maior qualidade e a colheita é mais precoce; a casca é mais fina e a polpa mais sumarenta, mais rica em açúcares e mais pobre em ácidos.

As texturas mais argilosas promovem aumento da espessura da casca e textura da polpa mais grosseira.

Respondido por: Mariana Mota, DCEB - Horticultura; LEAF Instituto Superior de Agronomia; Universidade de Lisboa.

Nota: Pergunta colocada por Flávia Silva, na secção AGROTEC Responde, da edição impressa n.º 22.