Proença-a-Nova: Ano Municipal da Floresta superou expetativas

Doze meses, doze iniciativas e um concelho com maior consciencialização sobre a importância da floresta foi o resultado do Ano Municipal da Floresta, dinamizado pelo Município de Proença-a-Nova ao longo do ano 2018 e que encerrou com um balanço muito positivo, superando todas as expetativas iniciais, divulga a autarquia numa nota enviada à comunicação social.

floresta

Na mesma nota, João Lobo, presidente da câmara avança que «somos o concelho com a taxa mais alta de afluência do grupo de municípios onde decorre o cadastro simplificado, integramos a Rede Europeia de Territórios Resineiros, uma iniciativa comunitária relativa à cooperação transnacional sobre o ordenamento do território e desenvolvimento regional, no âmbito da qual iremos receber em 2019 um congresso internacional sobre o tema, levámos a cabo dezenas de ações de sensibilização, factos que demonstram que estamos no caminho certo para uma gestão profissional da floresta e para a prevenção de incêndios florestais».

De recordar que estas iniciativas aconteceram em parceria com o Centro Ciência Viva da Floresta, realizaram-se nos dias 21 de cada mês, para lembrar que a floresta é fonte inesgotável de riqueza durante o ano todo.

No ano de 2019 a floresta continuará a ser uma das áreas principais no foco do executivo.

O orçamento para este ano conta com mais de cem mil euros para silvicultura e caminhos florestais, além das ações de divulgação dos apoios à plantação de árvores nas áreas de gestão de combustível dentro dos aglomerados populacionais que arrancam a partir do dia 15 de janeiro.