Produção de castanha no Alto Alentejo está atrasada

A produção de castanha na zona de Marvão, no Alto Alentejo, está atrasada este ano, mas os produtores prevêem uma “campanha normal” em quantidade e qualidade, segundo o presidente da Cooperativa Agrícola Cerealicultores de Porto Espada (CACPE).

“Poderemos considerar um ano normal na quantidade, com qualidade bastante melhor no que toca a doenças, como o bicho ou a podridão”, disse Fernando Alfaiate, em declarações à agência Lusa.

A produção de castanha na zona de Marvão sofreu, em 2012, segundo os produtores, uma redução “drástica” em relação ao ano anterior, mas o responsável CACPE considera que a situação volta à “normalidade” na actual campanha, com o calibre característico.

“Actualmente, está a decorrer a campanha da castanha “bária”, mas a outra qualidade que nós possuímos, a “clarinha”, conhecida no norte do país como “longal”, ainda não está a produzir”, explicou.

Para ler aqui.