Preço mundial de carne suína regista forte subida

suinos_1Nos EUA, o preço do porco subiu esta semana 10 cêntimos até chegar aos 2,78 dólares. Este preço é apenas 4 cêntimos mais baixo que o recorde absoluto registado em março. O virus da diarreia epidémica suína (PED) que causou a morte a muitos leitões é a principal razão da escassa oferta, que potenciou a subida dos preços.

Na Rússia, na semana 27, os preços do proco foram cerca de 30% superiores que na mesma semana há um ano atrás. No caso deste peaís, a subida de preços é consequência do embargo às exportações de carne de porco provenientes da UE, que dura há 5 meses.

No Brasil, os preços são também 30% mais altos que há um ano atrás. O motivo desta subida prende-se com o bom nível de consumo registado, consequência da celebração dos mundiais de futebol e de uma exportação dinâmica que beneficiou de menos exportações dos EUA pela sua falta de oferta e do embargo sobre as exportações da UE.

Por outro lado, na China, os preços são cerca de 15% mais baixos do que no ano passado.

Ler aqui.