Preço do morango em queda no Sul de Espanha

A produção de morango em Huelva, maior região produtora de morango da Europa, dobrou este ano em quantidade em relação ao mesmo período do ano anterior: porém, o consumo tem sido insuficiente para absorver os grandes volumes disponíveis.

Até ao final da semana passada, mais de 10% da produção total para a campanha deste ano já foi colhida, ao contrário dos 5.3% registados na mesma altura no ano passado, de acordo com o Observatório Agrícola da Andaluzia.
Contudo, o baixo consumo tem levado a uma queda dos preços para níveis mais baixos do que o normal nesta altura da campanha, oscilando de 1.20 a 1.70 euros por quiilo.

Apesar desta descida, o setor tem perspetivas otimistas para o mês de março, pois prevê que a oferta e a procura se alinhem nesta altura, fazendo recuperar os preços.

Relativamente aos mercados de destino, a Alemanha continua a ser o maior importador dos morangos da Andaluzia, que competem com as importações provenientes de Marrocos.
Até agora, as encomendas da Alemanha não atingiram ainda metade da capacidade, encontrando-se em cerca de 40% do seu máximo potencial, mas depois dos meses de fevereiro, é esperado um aumento substancial do consumo, tal como aconteceu em anos anteriores.

Entretanto, os agentes distribuidores do setor estão a comercializar este pequeno fruto noutros mercados europeus, tais como o Reino Unido, França, Bélgica, Holanda e Itália.

Ler aqui.