Mais de metade dos países da UE querem restrição de cultivos OGM

Foram 16 os países da UE que solicitaram à Comissão Europeia a restrição de cultivos de organismos geneticamente modificados (OGM). Portugal manteve-se fora deste grupo.
Os países em questão são: França, Hungria, Polónia, Lituânia, Áustria, Grécia, Croácia, Letónia, Holanda, Reino Unido, Bélgica, Bulgária, Alemanha, Chipre, Dinamarca e Itália.
No caso do Reino Unido, a restrição refere-se ao País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte e no caso da Bélgica, a região da Valónia. No caso da Alemanha, na petição de proibição incluiu-se uma exceção para trabalhos específicos de investigação.

Com a nova normativa comunitária que entrou em vigor nos inícios de abril (Diretiva 2015/412), os Estados membros podem pedir que se restrinja o âmbito geográfico de aplicação de uma notificação ou solicitação apresentada, ou de uma autorização concedida, de um organismo geneticamente modificado (OGM). Para este ano estabeleceu-se como prazo o dia 3 de outubro de 2015.

Fonte: Agrodigital.