Investigador alerta para excesso de utilização de herbicidas no combate às ervas daninhas

herbicidas-ervas-daninhasUm investigador brasileiro, Aldo Merotto Júnior, num evento dedicado à abertura oficial da colheita do arroz no Brasil, abordou os problemas causados pelas plantas.

O investigador alertou também para o impacto destas ervas na produção agrícola, as ervas daninhas são a causa de 10,2% das perdas do que é cultivado mundialmente. Na cultura do arroz, se não houver controlo das ervas daninhas, pode causar prejuízo de até 90% do potencial produtivo. “Por mais automático que seja o ataque ou a forma de controlo é necessário sempre ter atitude, conhecimento e assistência técnica e qualificada”, observa.

O investigador brasileiro afirma que existe uma sobrevalorização do uso de herbicidas nas culturas. Em muitos casos, os produtores erram no planeamento ao pensarem apenas em questões como a eficiência e os custos, mas deixam de lado um plano concreto na utilização da matéria prima nas explorações. “Se eu faço a escolha do herbicida apenas nestas bases, sou seduzido novamente pelo canto da sereia. É necessário também pensar no resultado a médio e longo prazo”, afirma.

O Professor lembra ainda que é muito comum os produtores aumentarem as doses de herbicidas quando o problema se intensifica, mas este não é o caminho. Entre as sugestões do especialista para amenizar os prejuízos causados pelas ervas daninhas está a rotação de herbicidas de diferentes grupos químicos.

Ler aqui.