FacebookLinkedin

Agrotec

INE: Agricultura não contribuiu para o aumento do emprego

No terceiro trimestre do ano, o sector da agricultura perdeu 16.500 trabalhadores. A população empregada neste sector caiu 3,4 por cento, para um total de 463.600 pessoas e, ao contrário do que sucedeu no trimestre anterior, a agricultura não ajudou a levantar os números do desemprego.

Tendo em conta os dados revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), este sector pesa agora 10,1 por cento no total da população empregada, menos do que no segundo trimestre, com 10,7 por cento.

Nessa altura, entre Abril e Junho, meses importantes de colheita, dos 72.400 novos empregos criados em Portugal, 46.200 foram na agricultura. Ou seja, valiam 63,8 por cento dos novos postos de trabalho. Contudo, se recuarmos a 2012, a representatividade da agricultura na criação de emprego chegava perto dos 84 por cento no segundo trimestre nesse ano.

No Público.