igus aperfeiçoa lubrificação para a maquinaria pesada

Em testes intensivos, o novo casquilho para cargas elevadas suportou até 130 MPa.

Em máquinas de construção, máquinas agrícolas, veículos utilitários e instalações offshore, os casquilhos deslizantes têm muitas vezes de lidar com condições extremas, como cargas pesadas. Desta forma, a igus aperfeiçoou o seu casquilho de dois componentes iglidur Q2E, isento de lubrificação.

O material iglidur Q2 assegura um elevado grau de resistência ao desgaste, sendo o casquilho para aplicações exigentes protegido por um alojamento em polímero reforçado.

Os casquilhos usados em equipamento de construção, máquinas agrícolas e instalações offshore muitas vezes enfrentam dificuldades. Por isso, são necessários materiais duráveis e componentes resistentes à sujidade. A igus aperfeiçoou agora o seu casquilho iglidur Q2E para aplicações exigentes, precisamente para tais cenários de utilização.

A igus está a expandir a sua gama, suprindo a lacuna entre os casquilhos em polímero existentes e as soluções de casquilhos compósitos. O casquilho é composto por plásticos de alto desempenho, sendo, assim, totalmente isento de lubrificação e resistente à corrosão. A ausência de lubrificação permite que os pontos de apoio funcionem sem necessidade de manutenção e evita que a máquina avarie por falta de lubrificação.Deixam assim de ser necessários dispendiosos sistemas de lubrificação central.

A sujidade e as impurezas já não aderem às zonas com casquilhos, minimizando o desgaste. Além disso, uma menor quantidade de lubrificantes e óleos são libertados para o meio ambiente, reduzindo o consumo anual de lubrificantes, superior a 35 milhões de toneladas, segundo um cálculo da Universidade RWTH de Aachen.

Uma outra vantagem é o facto de o método de moldagem por injeção utilizado para fabricar os casquilhos deslizantes ser muito económico.

O segredo está na combinação

Dois materiais num design otimizado asseguram que o casquilho consegue suportar até as mais elevadas cargas nas extremidades. Isto porque o iglidur Q2E apresenta um alojamento em polímero com elevada rigidez e um diâmetro interior tribologicamente otimizado, composto pelo material iglidur Q2.

Quando é utilizado um casquilho deslizante com um diâmetro interior de 20 milímetros, este material é muito estável a nível dimensional e resistente ao desgaste, mesmo sob cargas elevadas até 7 toneladas. Funcionando como um elemento protetor, o alojamento reforçado torna o casquilho muito robusto e assegura uma duração de vida mais longa.

A igus comprovou isto no seu próprio laboratório de testes. No teste de oscilação, o material suportou uma carga radial de 130 MPa. O iglidur Q2E está inicialmente disponível para veios com diâmetros de 20, 25, 30 e 40 mm.