Hubel Verde inaugura filial em Ferreira do Alentejo

A Hubel Verde inaugura, a 3 de março, a filial de Ferreira do Alentejo, o que lhe permitirá responder de forma mais expedita aos desafios da nova agricultura de regadio no Alentejo, com um serviço de assessoria técnica agronómica certificado, apoiado por um serviço logístico de proximidade.

«É com orgulho e conscientes das nossas responsabilidades para com uma região que tão bem nos tem acolhido e que está em processo de transformação, graças ao regadio e ao espírito empreendedor dos seus agricultores, que inauguramos oficialmente das nossas instalações em Ferreira do Alentejo. Com a criação deste polo, pretendemos reforçar a nossa presença no campo e dar um sinal claro ao mercado do nosso empenho em sermos um parceiro sempre presente para ajudar no crescimento da agricultura no Alentejo», afirma João Caço, diretor executivo da Hubel Verde. A Hubel Verde - Engenharia Agronómica S.A., que conta atualmente com 42 trabalhadores, dos quais 10 exercem a sua atividade maioritariamente na região do Alentejo.

As instalações da Hubel Verde, localizadas no Parque de Empresas de Ferreira do Alentejo, a funcionar em pleno desde o início de 2017, contam com um armazém para produtos fitossanitários e uma área de 1.400 m2 para armazenamento de produtos paletizados.

Tem ainda capacidade para mais de 300.000 litros de adubo líquido que será proximamente ampliada. As instalações dispõem também de escritórios e um balcão de atendimento ao público.

A cerimónia de inauguração, com início às 10h00, inclui uma visita às instalações da empresa e conta com a presença de responsáveis de várias entidades oficiais, tais como o Diretor Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo, o Presidente da EDIA- Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva, e o Presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo.

Estabelecida em 1995, a Hubel Verde, que tem sede em Olhão e filial em Alpiarça, centra a sua atividade no fornecimento de fatores de produção nas áreas da nutrição vegetal (com destaque para as marcas próprias de adubos VS líquidos e sólidos), fitossanidade e estruturas de produção, complementadas pelos serviços de assessoria técnica agronómica e de logística.

Presente em todas as fileiras agrícolas, destaca-se a longa relação que tem com as grandes culturas do Alentejo e Ribatejo, e com a fruticultura e pequenos frutos do sul ao norte do País.

Foto: Hubel Verde