Governo disponibiliza €38 milhões para organizações de produtores florestais e agrícolas

O Governo vai disponibilizar 38 milhões de euros para apoiar organizações de produtores agrícolas e florestais, medidas que devem arrancar no primeiro trimestre do próximo ano.

Segundo fonte oficial do Ministério da Agricultura, as verbas de apoio, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural, vão estar disponíveis a partir do próximo ano e até 2020.

Treze milhões de euros vão estar disponíveis para a criação de organizações de produtores, verba que será dividida entre o setor agrícola e florestal.

Fonte do Ministério da Agricultura lembrou que o anterior Programa de Desenvolvimento Rural, o ProDer, chegou a contemplar apoios às organizações florestais, mas que nunca chegaram a ser operacionalizados.

«O PDR 2020 vai operacionalizar estas medidas de apoio no âmbito da prioridade que o Governo atribui à reforma da floresta», afirmou fonte oficial do Ministério.

As organizações de produtores reconhecidas podem receber um apoio que atinge um máximo de 100 mil euros por ano para cada organização ao longo de cinco anos.

O valor do apoio a atribuir está dependente do volume de negócios apresentado pelas organizações de produtores. Vão estar ainda disponíveis 25 milhões de euros para medidas de aconselhamento às organizações de produtores, como a formação de consultores.

Ou seja, o PDR pretende financiar o aconselhamento aos produtores, podendo dispensar, por exemplo, o recurso a empresas privadas de consultoria.

Fonte oficial do Ministério da Agricultura disse que as medidas encontram-se a ser regulamentadas e devem arrancar no primeiro trimestre de 2017.

Fonte: Lusa