Governo avança com investimentos de mais 1,5 milhões de euros em novos regadios

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural aprovou mais 11 projetos de reabilitação de regadios tradicionais.

Texto: Sofia Monteiro Cardoso

Com 223 projetos aprovados até então, que abrangem uma área total superior a 6000 hectares e mais de 8400 explorações, o investimento público na reabilitação das estruturas já ultrapassa os 33 milhões de euros. Agora, os distritos de Aveiro, Bragança e Porto vão beneficiar de mais apoios, o que se traduz no desenvolvimento de mais 700 hectares. 

“Serão abrangidos por estes projetos 540 agricultores dos concelhos de Arouca, Baião, Felgueiras, Lousada, Paredes, Penafiel, Valongo e Vinhais”, é possível ler-se no comunicado emitido pelo ministério liderado por Luís Capoulas Santos.

O ministro defende que se tratam de “projetos que representam um investimento do Governo no desenvolvimento rural, criando mais e melhores condições para a fixação das populações e para o crescimento da agricultura familiar”.

Sublinha ainda que investimentos “fazem parte de um projeto mais amplo de valorização dos territórios e da atividade agrícola”, que tem como objetivo final o aumento da produtividade e competitividade do setor “através do uso mais eficiente da água”. É ainda objetivo melhorar o rendimento de quem pratica agricultura familiar.  

O titular da pasta da Agricultura referiu a emergência de adaptação às alterações climáticas, principalmente devido aos períodos de seca extrema que se têm feito sentir nos últimos anos por toda a União Europeia. Torna-se assim “urgente promover o uso eficiente do recurso água em tempos de escassez, pelo que este investimento é plenamente justificado e vai ao encontro dos anseios dos pequenos agricultores”.

No comunicado é ainda apontada a estratégia de descarbonização implementada pelo Governo, que tem vindo a ser bem-sucedida. As taxas de emissão de dióxido de carbono têm apresentado uma diminuição nos anos mais recentes.