Frutas e Legumes: UE quer maior União dos Produtores

Os eurodeputados da Comissão de Agricultura aprovaram um projeto de resolução não legislativa para ajudar os agricultores de frutas e legumes. A resolução foi aprovada com 37 votos a favor e 6 abstenções.

Os eurodeputados acreditam que é necessário fomentar a criação de organizações de produtores, já que a sua implantação continua a ser baixa, defendendo a simplificação das regras para a constituição das organizações de produtores, para que se torne mais atrativa a união a estas. Paralelamente, pediram mais apoio para as organizações de produtores, oferecendo maiores incentivos para unificar organizações existentes ou criar novas, quer a nível nacional como internacional. Os membros do Parlamento Europeu querem também um melhor rastreamento da ajuda para a criação de novas organizações, para assegurar que se aumentam os rendimentos dos produtores associados. Atualmente, apenas 7,5% dos agricultores da UE tem menos de 35 anos de idade, pelo que as organizações de produtores com um bom funcionamento, podem ajudar a inverter esta tendência, afirmam os eurodeputados.

A luta contra as práticas comerciais desleais é outro dos objetivos, pelo que consideram necessário o estabelecimento de regras claras por parte da UE sobre boas práticas na cadeia de fornecimento de alimentos, a adoção de medidas para promover a comercialização direta de produtos das organizações de agricultores, e o desenvolvimento de mercados locais para a distribuição de frutas e legumes.
Os eurodeputados querem também que a Comissão apoie as exportações, incentive a investigação, reduza a burocracia e aplique um princípio de proporcionalidade nas sanções.

Ler aqui.