Exportações de frutas, legumes e flores sobem 23% até junho

Nos primeiros seis meses do ano, as exportações de frutas, legumes e flores revelam uma variação positiva de 23%, para um total de 724 milhões de euros.

frutas

O presidente da associação Portugal Fresh, Gonçalo Santos Andrade, revelou que as exportações de frutas, legumes e flores registaram, no primeiro semestre deste ano, uma subida de 23% face a igual período do ano passado, para um total de 724 milhões de euros.

Em declarações à Lusa, o responsável adianta que esta variação representa «boas perspetivas» para o final do ano. Recorde-se que, no ano passado, as exportações deste tipo de produtos atingiram os 1.310 milhões de euros, um valor superior aos 1.235 milhões de euros registados em 2015.

Gonçalo Santos Andrade explicou que a produção total de frutas, legumes e flores em 2016 foi de 2.379 milhões de euros, sendo que no mesmo ano foram vendidos para outros mercados 1.310 milhões de euros, ou seja, «já exportamos 55% do que produzimos, o que demonstra que este é um setor muito ativo», disse, acrescentando: «o setor tem tido uma evolução importante, nos últimos seis anos cresceu, em média, 10% ao ano em valor».

Perante os resultados destes seis primeiros meses, Gonçalo Santos Andrade acredita que o setor vai ultrapassar o montante registado em 2016 e espera «continuar a crescer nos próximos anos», rumo à meta dos 2.000 milhões de euros de exportações em 2020.

O maior consumidor destes produtos lusos é Espanha, que tem 30% de quota de mercado e é considerada «uma extensão do mercado interno» por Gonçalo Santos Andrade.

Recorde-se que, em 2010, as exportações de frutas, legumes e flores representavam 780 milhões de euros, tendo atingido os 1.000 milhões de euros em 2013.