Espargo dá mote a curso em Felgueiras

Após o sucesso da realização de quatro edições do curso de “Investimento na cultura do Amendoal” (com a 5ª prevista para final de junho) e duas edições do curso de “Investimento na Cultura do Medronho”, acontece agora a primeira edição do curso de “Investimento na Cultura do Espargo”, promovido pelo Fórum Florestal.

espargo

O curso decorre em Felgueiras, na Cooperativa Agrícola de Felgueiras, nos dias 30 de junho e 1 de julho de 2017, entre as 9h30 e as 13h00 e das 14h00 às 18h30.

Atualmente, Portugal apresenta-se como um importador líquido desta hortícola, com uma área produtiva praticamente inexistente, cifrando-se a importação em mais de 1 milhão de euros anuais.

Como diversificação da atividade agrícola na exploração ou rentabilização de pequenas áreas, o espargo é visto hoje como uma cultura alternativa, com potencial de crescimento e consumo, adiantam os organizadores.

O curso destina-se a projetistas, potenciais investidores na cultura do espargo.

Rui Madeira Pinto, Diretor Técnico da Cooperativa Agrícola de Felgueiras, Manuel Garcés, Gestor de produtos Espargos e Alho para a região mediterrânica (Planasa) e Pedro Mota, Consultor especialista em análise de projetos de investimento agrário são os formadores do curso.

As inscrições decorrem até dia 26 de junho.

Conteúdos Programáticos