Espanha duplica Exportação de Azeite para os EUA

azeite-exportacaoOs Estados Unidos da América, maior importador mundial de azeite, encerrou as suas importações de azeite na campanha 2013/14 com 312 557, 80 tn, mais 5% relativamente à campanha anterior.

O conjunto dos países europeus subiu 15% relativamente à campanha anterior, passando de 71% em 2012/2013 para 86% das importações totais para aquele país em 2013/14, muito devido ao aumento da produção em Espanha.

A Itália continua a estar à cabeça como maior importador, com 44% do total, ainda que tenha diminuído as exportações tanto em volume como em percentagem. A Espanha mantém-se no segundo lugar, com uma percentagem de 40% do total de exportações. Nesta campanha, conseguiu duplicar as suas exportações, graças a um aumento da produção, passando de 58.950 tn na campanha 2012/13 para 124.452 tn na campanha 2013/14. A Grécia, que para esta campanha teve uma baixa colheita, diminuiu apenas -0.7% relativamente à campanha anterior, mas possui uma quota de mercado muito pequena (1,8%).

Os restantes países exportadores são (por ordem de volume): Tunísia, que se mantém como terceiro fornecedor (mas apenas com 5%, menos 7 pontos que na campanha 2012/13), a Argentina em quarto lugar (com 2.8%), seguido da Turquia e do Chile, que juntamente com o resto dos países perfazem o total (100%) das importações americanas, segundo os dados do último relatório do COI.

Em conclusão, o registo significativo é a subida muito forte da quota de mercado de Espanha em 2013/14, baseado num forte aumento da produção e provavelmente da procura cada vez mais forte para as importações a granel.

A categoria de azeite com maior procura nos EUA é o azeite virgem extra, que representa 49% do total, com um volume de 153.200,7 tn, dos quais 34% (104.768,4 tn) chega em recipientes <18 kg. Os restantes 15% (48.432,2 tn) chega a granel, em recipientes >18 kg. A categoria de azeite virgem extra biológico representa 11% do total (34.470 tn) dos quais 7% (20.683,9 tn) chega engarrafado e 4% (13.786,4 tn) chega a granel.

Ler aqui.