Espanha: Carrefour e Dia multadas por “dumping”

imagem-imagem-mg-5115-okAs multinacionais Carrefour e Dia foram sancionadas por vender alimentos abaixo do preço de custo (dumping) e por não colaborar com a Administração Local na investigação destas infrações. Neste caso, foi a Região de Múrcia (Espanha) que estabeleceu as multas, de 3.001 euros para cada empresa, que foram em todo o caso classificadas de “insuficientes” pela organização denunciante: a União dos Pequenos Agricultores e Agropecuários de Múrcia (UPA).

As empresas Carrefour e Dia receberam as multas da Direção Geral de Consumo de Múrcia por dumping e por não colaborar com a investigação destas infrações, respetivamente, na venda de azeite, leite de vaca e carne de frango.

A organização agrária UPA veio a formular estas denúncias nos últimos meses com o objetivo de denunciar as práticas abusivas de determinadas distribuidoras que livremente “afundam os preços dos produtos agropecuários”.

“O único interesse destas empresas é atrair clientes aos seus estabelecimentos, nem que seja à custa de incumprir com a legislação e sem se importarem com as consequências”, assinalou a UPA. A organização indicou também que falta uma maior coordenação entre as Comunidades Autónomas de Espanha para “acabar de uma vez por todas com estas práticas em Espanha”.

Os agricultores dirigiram-se também à agência AICA, uma dependência do Ministério da Agricultura espanhol, para que coordene todas as Comunidades e “resolva com prontidão” as denúncias apresentadas contra estas e outras empresas da distribuição por ofertas abusivas com o frango, leite, coelho, azeite ou cítricos. a UPA pede sanções exemplares para os que pratiquem esta ilegalidade.

Ler aqui.