FacebookLinkedin

Agrotec

Espanha: Agricultor exporta diretamente toda a produção através do mercado online

laranjasA venda direta por internet, sem intermediários, permitiu a um agricultor espanhol exportar praticamente toda a sua produção de laranjas com margens até 30% numa única campanha. “Tenho mais portas abertas que produção”, afirma Claudio Navarro, um jovem agricultor da região de Valência que, desde há dois anos decidiu começar uma nova trajetória com a sua irmã e sair da cooperativa onde estava integrada a sua empresa familiar.

Navarro considerou que valia a pena exportar quando recebeu um pedido para o envio de uma “palete” para a Alemanha.

“Dei-me conta de que me interessava mais esta venda do que efetuar a venda no terreno”, segundo indica o agricultor, que mantém relações comerciais sobretudo com países europeis e considera ter menos problemas de cobrança do que em Espanha.

As margens obtidas no primeiro ano de exportação das laranjas situou-se entre os 25 e os 30%, e espera que estas aumentem na segunda campanha, devido à introdução da marca nos envios.

Produção enviada para doze países

A sua produção foi enviada a doze países e começou a trabalhar com o Canadá. Este ano, decidiu apostar no posicionamento da sua marca (Frutas Navarro) e descartar os clientes que preferem a caixa genérica.

Sob a sua marca, este agricultor pretende ganhar a confiança dos seus clientes e fidelizá-los, e aspirar a poder aumentar as variedades disponíveis.

Segundo o próprio, o maior sacrifício pessoal que teve que fazer para dedicar-se à exportação diretamente foi no investimento em maquinaria para confecionar os pedidos à medida dos clientes. Adquiriu maquinaria para calibres pequenos, uma embaladora para sacos de 2kg, uma calibradora, e uma câmara frigorífica.

Um exemplo de negócio de um agricultor de 37 anos

 Claudio Navarro, de 37 anos, afirma que ganhar uma imagem através de uma marca permite obter melhores preços no longo prazo sempre que se trate de um produto de qualidade.

O início das suas exportações começou com a entrada no portal de internet naranjasyfrutas.com, criada por Juan José Bas, que oferece aos agricultores a possibilidade de entrar em contacto direto com representantes que operam nos grandes mercados grossistas da Europa.

Esta plataforma permite ao agricultor eliminar a participação de intermediários na negociação da venda da sua colheita ao fazê-lo diretamente com o comércio grossista.

Segundo o promotor deste portal, o caso de Claudio é um entre centenas de agricultores que apostaram nesta via, que começa com o envio de uma amostra de mil kilos e pode acabar com “camiões completos de 22.000 kilos”. A laranja é o rei das vendas naquela plataforma, representando 90% do total.

Ler aqui.