Em 2030 haverá menos quatro milhões de hectares de superfície agrícola na UE

A superfície de terra utilizada para fins agrícolas na União Europeia continuará a diminuir até 2030, como resultado do aumento da urbanização na Europa.

agricultura

Mas esta descida não vai parar o aumento da produção de certas culturas herbáceas durante o mesmo período, segundo a informação d perspetivas agrícolas da União Europeia publicada pela Comissão Europeia.

A área de terra utilizada para a agricultura passa por uma queda de 172 milhões de hectares frente ao atual nível de 176 milhões de hectares (ha).

O nível de terra cultivável da União Europeia (UE) baixa de 106,5 milhões de ha em 2017 para 104 milhões em 2030. Cerca de 78 por cento da terra da UE foi usada para atividades não agrícolas em 2016.

Apesar da decida da superfície agrícola, espera-se um aumento da produção de culturas herbáceas e açúcar. As previsões apontam para um crescimento da produção de cereais na UE, de 301 milhões de toneladas em 2017 para 341 milhões em 2030.

A produção total de açúcar pode aumentar 12 por cento em 2030, em comparação com a produção média dos últimos cinco anos. Também para a soja estima-se um aumente de 2,7 milhões de toneladas em 2017 para três milhões em 2030.

Fonte: Agrodigital