Elvas debate estratégia nacional para a promoção da produção de Cereais

A 15 de maio terá lugar em Elvas uma mesa redonda que irá debater a estratégia nacional para a promoção da produção de Cereais.

cereais

«A cultura dos cereais sofreu em Portugal alterações profundas nas últimas décadas, nomeadamente no seguimento da nossa adesão à então CEE e a consequente integração na PAC», vincam os promotores.

E acrescentam que «a superfície cultivada com cereais ocupava no final dos anos 80, cerca de 900 mil hectares, aproximadamente 10% do território nacional. Essa área tem vindo gradualmente a diminuir, sendo que em 2017, rondava os 260 mil hectares»

Face a esta «preocupante realidade que se traduz num grau de auto-aprovisionamento de cereais que é dos mais baixos da União Europeia, apenas ultrapassado por países como Chipre, Malta e a Holanda, urge implementar medidas que contrariem este panorama, que coloca em causa a nossa soberania alimentar».

Ciente da gravidade do momento actual, o Governo constituiu em meados de 2017, um Grupo de Trabalho liderado por Luís Souto Barreiros, que teve por missão definir uma Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais, cujos trabalhos ficaram recentemente concluídos.

Tendo em conta a importância das medidas propostas neste documento para o futuro da produção de cereais no nosso país, a Anpoc, a Anpromis, a Aop e o Iniav decidem organizar no próximo dia 15 de Maio, em Elvas, por ocasião do tradicional Dia do Agricultor, uma Mesa Redonda na qual se fará a apresentação desta Estratégia, que contará com a presença do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

Confirmações de inscrição até dia 8 de maio aqui.