Dez mil toneladas de resíduos transformados em adubo no 1º semestre

A Lipor e seus municípios associados têm vindo a promover a separação do lixo, entre as comunidades, para transformar os resíduos orgânicos em abubo natural, sob a marca Nutrimais. 

Adubo Nutrimais

O serviço Recolha Seletiva de Resíduos Verdes, lançado pela Lipor e municípios associados, procedeu à recolha e valorização orgânica de mais de 10 000 toneladas de resíduos verdes no primeiro semestre deste ano. Este valor corresponde a um crescimento de 5% face ao ano anterior.

A Lipor tem como objetivo, com este projeto, apelar ao desvio dos resíduos verdes da fracção de resíduos indiferenciados, tendo para isso reforçado, entre janeiro e junho, “não só os circuitos de recolha seletiva de resíduos verdes nos municípios associados da Lipor [que representam um milhão de habitantes no país], bem como a comunicação e sensibilização direcionada à comunidade”, explica em comunicado a empresa.

Numa segunda fase do projeto, a Lipor tem vindo a dar uma nova vida aos resíduos verdes, permitindo a sua transformação e posterior produção dos adubos naturais Nutrimais

Após serem rececionados, pesados e contabilizados, os resíduos são encaminhados para a Central de Valorização Orgânica, onde são alvo de uma transformação em matéria proveniente da compostagem, para a produção de um corretivo orgânico natural de alta qualidade (Nutrimais), que permite "a manutenção ou aumento da fertilidade natural dos solos".

Segundo a empresa de gestão de resíduos, a fração de bioresíduos representa 40% dos resíduos produzidos a nível nacional, sendo que os resíduos verdes representam cerca de 13,8% da fracção indiferenciada, na área de influência da Lipor.

Durante o ano de 2018, a Lipor recolheu e valorizou organicamente 26 750 toneladas de resíduos verdes, um aumento de 14% face aos resultados de 2017.