Crédito Agrícola premeia projetos inovadores

Já são conhecidos os projetos vencedores do “Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola”.

ca

Aos cinco projetos vencedores nas categorias de produção e transformação, comercialização e internacionalização, desenvolvimento rural, inovação em consórcio: grupos operacionais e projeto de elevado potencial promovido por Associado Crédito Agrícola foram atribuídos 25 mil euros (5 mil euros a cada categoria).

A cerimónia de entrega dos prémios contou com a presença do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos.

O projeto SOILIFE é o vencedor na categoria Produção e Transformação. Trata-se de um processo sustentável para reduzir a fitoxicidade do bagaço de azeitona – um subproduto da produção de azeite – fornecendo ao mesmo tempo um substrato para a agricultura.

Utilizando uma metodologia simples, de baixo custo e limpa, é possível obter um substrato para a agricultura e recuperar compostos bioactivos com alto valor comercial/de mercado para as indústrias alimentar e cosmética.

Este projeto é também vencedor da distinção Born From Knowledge – BfK AWARDS, que visa distinguir a entidade ou projecto que mais se destaque em actividades de Investigação & Desenvolvimento (I&D).

A distinção BfK AWARDS é uma das iniciativas do programa Born From Knowledge (BfK), um programa de valorização do conhecimento científico e tecnológico promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior através da Agência Nacional de Inovação.

Através da associação a concursos e/ou prémios de inovação existentes, distingue projetos que “nasçam do conhecimento” e empresas que mais se destaquem em atividades de Investigação & Desenvolvimento (I&D).

A entrega da distinção BfK Awards ficou a cargo do Administrador da ANI, António Bob Santos.

Já na categoria Comercialização e Internacionalização foi premiada a startup NOOCITY. Sediada no Porto e focada no desenvolvimento de produtos e serviços inteligentes para a prática da Agricultura Urbana doméstica, a Noocity apresenta um vaso sub-irrigado com sistema de rega e fertilização automática que, ao evitar a evaporação, as perdas de água e aproveitar a água das chuvas, permite um aumento da produtividade até 50% quando comparado com outros sistemas de jardinagem e economiza até 80% do consumo de água.

Além do mercado nacional, a Noocity está já presente noutros países europeus como a França, Bélgica, Dinamarca, Suíça e Reino Unido. México e Flórida têm já distribuidores creditados pela Noocity e, no Brasil, uma unidade produz e comercializa a partir da capital paulista para todo o país.

Na categoria Desenvolvimento Rural, o prémio foi atribuído à INFORMAT Intelligent Forest Management Technologies, um projecto assente num sistema robotizado com funcionamento semi-autónomo para limpeza do mato e criação de faixas de gestão biocombustível.

Este projeto irá permitir um maior aproveitamento dos recursos humanos, melhorar as condições de trabalho dos operadores florestais, melhorar a eficiência e rapidez dos trabalhos de limpeza e reduzir o seu custo. Atua ainda na prevenção dos fogos rurais.

O projeto MAISSOLO foi o vencedor na categoria Inovação em Consórcio: Grupos Operacionais. Os objetivos deste projeto incidem na melhoria da proteção das culturas e na diminuição da dependência e uso exclusivo de pesticidas, face aos problemas fitossanitários que resultam do ataque de organismos presentes no solo.

Para tal, o MaisSolo trabalha no sentido de desenvolver um novo produto, que será utilizado nas culturas de cobertura ou em sucessão, constituído por misturas biodiversas de leguminosas e gramíneas, inoculadas com microorganismos benéficos (bactérias previamente seleccionadas).

Por último, o prémio de reconhecimento especial para a candidatura promovida por Associado do CA foi atribuído ao projeto Lhana, que significa lã em Mirandês, uma marca criada e registada para corporizar uma série de produtos diferenciadores cuja matéria-prima é a lã de ovelhas de raças autóctones Portuguesas.

Destaque para os sabonetes esfoliantes 100% naturais e biológicos, revestidos com lã Churra Galega Mirandesa, raça autóctone em vias de extinção do Planalto Mirandês, cujo processo consiste em envolver um sabonete sólido com mechas de lã previamente cardada, sendo depois submetido a um processo de feltragem através da fricção em água quente.

O produto assim obtido resulta num sabonete com propriedades esfoliantes, que por ser revestido adquire uma durabilidade até 3 vezes superior ao de um sabonete não revestido.

O Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola é organizado pelo Crédito Agrícola e pela INOVISA, em articulação com a Rede Rural Nacional.

“O Futuro Nasce no Presente” foi o mote da edição de 2018 que teve como objetivo promover a cultura de empreendedorismo e inovação, e premiar quem investe em projectos para a agricultura, para a agroindústria e para floresta.

No encerramento desta 5ª edição, o CA associou-se à Rede Rural Nacional, ao Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV) e à Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DADGR), entidades tuteladas pelo Ministério da Agricultura, que promoveram a AGRO INOVAÇÃO 2018 - Cimeira Nacional Inovação na Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, durante a qual decorreu a Cerimónia de Entrega de Prémios, que teve como palco o Centro de Congressos do Lagoas Park Hotel, em Oeiras.