Crédito Agrícola com resultado positivo de €59,7 milhões em 2016

O Grupo Crédito Agrícola apresentou, no exercício de 2016, um resultado líquido consolidado de 59,7 milhões de euros.

ca

Os dados, revelados esta quinta-feira, dão conta de que, no mesmo período, o negócio bancário do grupo apresentou um resultado líquido de 72,1 milhões de euros, representando um crescimento de 28% face a 2015.

Em nota de imprensa divulgada, lê-se que «em 31 de dezembro de 2016, a carteira de crédito (bruto) a clientes ascendia a 8,7 mil milhões de euros, um crescimento de 3,4%, face a 2015, o que é significativo quando comparado com a quebra de 3,2% registada pelo conjunto das instituições financeiras a acuar em Portugal».

Os resultados do negócio bancário «foram, em parte, contrabalançados com perdas registadas, pelo Grupo Crédito Agrícola, nos veículos de desinvestimento imobiliário».

É destacado ainda «o assinalável contributo dos resultados das empresas do Grupo em 2016, nomeadamente de +4,2 milhões de euros da CA Vida (seguros vida), de +3,8 milhões de euros da CA Seguros (seguros não vida) e de -0,3 milhões de euros da CA Gest (gestora de ativos)».

Recorde-se que a rede de distribuição do Crédito Agrícola foi, ao longo de 2016, alvo de expansão, alterações pontuais de horários e encerramentos de agências que, no global, «visaram melhorar a prestação de serviços financeiros e de proteção à população, sendo de registar que o número total de agências fixou-se em 672, constituindo-se como a 2ª maior rede do sistema bancário nacional e apresentando-se como um fator de desenvolvimento das regiões mais desfavorecidas do país».

Para além da rede física, o Crédito Agrícola disponibiliza uma rede de 258 caixas automáticas próprias “B24” com serviços em funcionamento (+9 que em 2015) e de 1.520 caixas automáticas SIBS (+23 que em 2015) bem como de um vasto leque de canais digitais de conveniência (e.g. On-Line, mobile/apps, linha direta).

«Apostado em apoiar as empresas portuguesas e as comunidades emigrantes, o Crédito Agrícola possui escritórios de representação em França (Paris), no Luxemburgo e na Suíça (Genebra)», lê-se no comunicado.

Em outubro do ano passado, o Grupo Crédito Agrícola entrou na Região Autónoma da Madeira com a inauguração de uma primeira agência localizada no Funchal, na Praça de Colombo, colocando a sua experiência ao serviço do crescimento da economia madeirense.

Já em novembro de 2016, o Crédito Agrícola e a Inovisa revelaram os vencedores da 3ª edição do “Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola”, numa cerimónia que contou com a presença do Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e onde foram premiados 10 projetos nacionais nas 6 categorias a concurso. 

ca