Copa e Cogeca contra maiores concessões agrícolas nas negociações comerciais com Mercosul

O Copa e a Cogeca enviaram a 15 de fevereiro uma carta ao presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, na qual expressam a sua oposição à proposta da União Europeia sobre a cedência de maiores concessões agrícolas ao bloco comercial latino-americano Mercosul em troca de benefícios noutros setores económicos.

O presidente da Cogeca, organização da qual a CONFAGRI faz parte, afirmou que a União Europeia (UE) já importa quantidades substanciais de produtos agrícolas provenientes dos países do Mercosul sem qualquer tipo de reciprocidade.

Thomas Magnusson diz serem necessários acordos comerciais equilibrados que respeitem os métodos de produção praticados no bloco europeu.

O responsável sublinhou ainda as incertezas acerca das negociações do “Brexit”, bem como as discussões sobre a futura Política Agrícola Comum (PAC) e o orçamento da UE, razões pela qual instam a União Europeia a não fazer cedências sobre os produtos agrícolas nas negociações.

Magnusson concluiu que outras tentativas de abrir precedentes no âmbito agrícola nas negociações comerciais comprometem o crescimento e o emprego nas zonas rurais, contrariando assim a estratégia do bloco europeu de revitalizar os empregos rurais na Europa.

Fonte: Copa-Cogeca