Congresso do Mirtilo mostra cultura com “grande potencial” para gerar riqueza

congresso mirtilo

O primeiro Congresso Nacional do Mirtilo, a realizar-se na próxima sexta-feira e sábado em Sever do Vouga, quer debater o futuro da cultura de um fruto que, segundo a organização, tem um “grande potencial” para gerar riqueza.

Em declarações à Lusa, o presidente da comissão organizadora do evento, José Martino, afirmou que o mirtilo é uma cultura que reúne “um grande interesse de mercado, um grande potencial para se ganhar dinheiro, mas sobretudo [um grande interesse] de muitos jovens que não têm outras saídas para a sua vida e que se resolveram dedicar à agricultura”.

A estimativa é que Portugal atinja o milhar de hectares de cultivo até final do ano, multiplicando nos próximos anos a produção que, em 2012, chegou às 400 toneladas, de acordo com José Martino.

Em relação ao próximo quadro comunitário, neste momento em discussão, o organizador do congresso refere que os apoios terão de aumentar, ainda que “até esta altura” tenham sido “muito interessantes na perspectiva da produção, sobretudo para jovens agricultores”.

A título de exemplo, José Martino indica que um investimento de 75 mil euros poderia ter um apoio até 100% por forma a “rentabilizar, em média, um hectare de mirtilos”, sendo necessário que o desenvolvimento da cultura seja acompanhado por investigação para evitar pragas e doenças, que tem sido levada a cabo pelo Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária.

Sobre a “percepção” da falta de mão-de-obra, José Martino acredita que o “estigma social” de quem trabalha na agricultura tem desvanecido, mas sublinha o que diz ser uma “discrepância geográfica” que faz com que grande número de desempregados se concentrem nas zonas urbanas, enquanto o trabalho gerado pela agricultura fica no espaço rural.

Para discutir estes temas, bem como o futuro da fileira em termos de necessidades tecnológicas e estratégicas, o congresso convidou especialistas internacionais desde os Estados Unidos ao Chile, passando por Espanha.

O Congresso Nacional do Mirtilo decorre em paralelo com a 6.ª Feira do Mirtilo, que arranca na quinta-feira e continua até ao próximo domingo.

Fonte:  Lusa (via Agroportal)