Comissário da Agricultura espera renovar autorização de glifosato por 10 anos

O comissário europeu da Agricultura, Phil Hogan espera que nas próximas semanas se possa aprovar uma autorização do herbicida glifosato durante 10 anos.

O Comité de Avaliação de Risco da Agência Europeia de Substâncias e Misturas Químicas (ECHA) publicou em março o seu parecer sobre o glifosato, no qual mantém o herbicida na sua atual classificação, como substância que causa danos graves nos olhos e que é tóxico para a vida aquática com efeitos de longa duração.

Segundo o Comité, a evidência científica disponível não reúne os critérios para classificar o glifosato como cancerígeno, como mutagénico ou tóxico para reprodução.

No passado dia 30 de junho terminou a autorização do glifosato.

Para essa data não se conseguiu nem aprovar ou rejeitar a proposta da Comissão de prorrogar por 15 anos a autorização, pelo que a Comissão se viu obrigada a tomar uma solução transitória, prorrogando a autorização, sob determinadas condições de utilização, até seis meses depois da receção do parecer da ECHA.

Desta forma, a decisão terá que ser tomada antes do próximo dia 15 de setembro.

Fonte: Agrodigital