Celebrado Acordo Comercial Agroalimentar entre Portugal e México

bandeiras-mexico-portugalPortugal vai exportar peras, maçãs, carne de porco e derivados e laticínios para o México, depois de um acordo assinado entre os Governos dos dois países, informou a Secretaria de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar.

Portugal vai importar frutas tropicais e produtos da pesca, segundo o acordo assinado entre os dois países na quarta-feira no México, onde se encontra o secretário de Estado da tutela, Nuno Vieira e Brito.

«O México apresenta-se como um mercado com características complementares ao nacional, sendo um país que, pela sua dimensão e população, bem como pelo seu crescimento, constituirá uma grande oportunidade na diversificação de oferta de produtos portugueses», informou o gabinete do Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar à agência Lusa.

Em esclarecimentos prestados à Lusa, a tutela estima que as primeiras exportações ocorram em setembro deste ano, com a pera e a maçã. A Secretaria de Estado aponta ainda para este ano as primeiras exportações de carne de porco e derivados, depois de uma ação inspetiva agendada para Junho.

O início das exportações das frutas «revela particular importância face à necessidade de obter novos mercados alternativos ao da Rússia», sendo a pera o produto nacional que até meados de 2014 era o mais exportado para aquele país.

O acordo assinado entre os dois países visa «estabelecer uma maior cooperação» nos domínios sanitário e fitossanitário, com vista à agilização dos procedimentos tendentes à habilitação de produtos de origem animal e vegetal e intensificá-la na investigação para os sectores agrário, veterinário, florestal, pescas, mar e agroalimentar entre ambos os países.

As entidades oficiais têm previsto para setembro uma nova missão empresarial, tendo como setores alvo o vinho, o azeite e a confeitaria e chocolates.

Ler aqui.