Castanha promete enchente no fim-de-semana em Vinhais

A castanha é motivo de festa e de negócio durante o fim-de-semana no concelho transmontano de Vinhais, um dos maiores produtores nacionais, que aguarda a visita de «entre 30 a 50 mil visitantes» durante três dias.

A Festa da castanha, a Rural Castenea, começa esta sexta-feira e prolonga-se até domingo com 120 expositores, entre produtores, empresas, colheitas de Outono diversos produtos regionais e a gastronomia ligada à castanha.

castanhaDo programa da festa constam também outras actividades como passeios de charrete, prova de perícia equestre, o Tour da Castanha em bicicleta todo-o-terreno ou um desfile de moda alusivo à castanha a cargo que envolve as crianças das escolas do concelho.

«Acreditamos que preparamos um conjunto de temas e actividades que vão trazer gente de todo o lado», disse à Lusa Carla Alves, da organização do evento, que se repete há oito anos, a cargo da Câmara Municipal.

Vinhais é, na Terra Fria Transmontana dos maiores produtores de castanha, comercializando entre 13 a 15 mil toneladas por ano, e está apostado em fazer deste um produto emblemático do concelho idêntico àquele que é há décadas o ex-líbris local: o fumeiro regional.

Em época de crise, a organização aumentou e oferece gratuitamente o espaço aos expositores, poupando no cartaz de espectáculos, com a animação a cargo de grupos tradicionais ou artistas da terra.

A apanha da castanha está atrasada, mas não faltarão «quentes e boas» nos próximos três dias, nomeadamente as oferecidas no magusto em volta do maior assador do mundo capaz de servir sete mil pessoas de uma rodada.

A organização reservou duas toneladas de castanha para este fim, mas este ano o assador funcionará com horário fixo, fora do qual quem quiser comer castanha assada pode comprar no recinto da festa.

Fonte: Lusa (via Confagri)