Bruxelas devolve €444 milhões a agricultores da UE e Portugal recebe 6,7

pac

Os montantes serão reembolsados em 1 de dezembro por não ter sido necessário recorrer à reserva de crise em 2018, apesar das dificuldades registadas pelo setor, nomeadamente a seca.

A Comissão Europeia vai reembolsar 444 milhões de euros a agricultores da União Europeia (UE), tocando uma verba de 6,7 milhões a Portugal, que tinham sido deduzidos dos pagamentos diretos para uma reserva de crise.

Os países com os maiores reembolsos são a França, de 89,9 milhões de euros, a Alemanha, de 59,1 milhões e a Espanha, que recebe um total de 54,6 milhões de euros. As menores verbas serão devolvidas a Malta, de 35 mil euros, Chipre, 361 mil e Luxemburgo, de 414 mil euros.

Fonte: jornaleconómico