FacebookLinkedin

Agrotec

Biochar: um ‘milagre’ para solos e clima revelado na Universidade de Aveiro

É um tipo de carvão produzido a partir de biomassa, chama-se biochar, permite não só reduzir a presença de dióxido de carbono na atmosfera, como também melhorar o solo e gerar energia limpa durante o seu fabrico. Usado pelos índios da Amazónia há milhares de anos atrás para melhorar o solo, o estudo da utilização de biochar na produção agrícola em Portugal está hoje a dar os primeiros passos através de uma equipa interdisciplinar de investigadores do Departamento de Ambiente e Ordenamento (DAO) e Departamento de Biologia (DBio) do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) da Universidade de Aveiro (UA).

A redescoberta do biochar, também chamado de “terra preta do Índio”, por conferir ao solo uma tonalidade escura, expandiu em 2004 com os estudos de Johannes Lehmann, da Universidade de Cornell, sobre solos agrícolas de civilizações antigas. O investigador apercebeu-se do enorme potencial das “terras pretas” da Amazónia como sequestradoras de carbono e melhoradoras dos solos degradados.

Para ler aqui.