Produção de banana biológica da Madeira cresce 50%

A ilha da Madeira regista um crescimento de 5% da produção de banana. Focando na produção em modo biológico, o aumento foi de 50%.

banana Madeira

Texto: Ana Catarina Monteiro

Os dados foram revelados pelo secretário regional da Agricultura e Pescas, Humberto Vasconcelos, durante a sessão de abertura das Jornadas Técnicas sobre Produção de Banana, que se realizaram este fim-de-semana no âmbito da Mostra Regional da Banana.

Sem adiantar valores do aumento de produção de banana apurado, em termos de tonelagem, o governante sublinhou que “ainda possível crescer ao nível da produção por metro quadrado" na região.

O cultivo da bananeira é uma das principais atividades da agricultura madeirense, ocupando cerca de 700 hectares, sete dos quais com produção em modo biológico, sobretudo nos concelhos do Funchal, Câmara de Lobos e Ponta do Sol, na costa sul da ilha. O setor é gerido desde 2008 pela empresa pública Gesba.

De acordo com dados da Direção Regional de Estatística, citados pela agência Lusa, a produção de banana da Madeira caiu 18,3% nos primeiros quatro meses do ano, em comparação com o período homólogo anterior, tendo sido comercializadas 4177,1 toneladas (menos 933,3 toneladas).

Ainda assim, a Secretaria da Agricultura e Pescas aponta para uma recuperação até ao final do ano, prevendo que a produção atinja o valor médio habitual - entre 20 e 22 mil toneladas. Cerca de 80% deste volume segue para o continente português.

As Jornadas Técnicas na Ponta do Sol, organizadas pela Mesa da Banana da Associação de Agricultores da Madeira, que representa cerca de 1900 bananicultores regionais, contaram com vários especialistas portugueses e espanhóis para abordar questões relacionadas com a produção de banana, como desfilhamento de canhotas, fertilização, controlo de pragas, homologação de produtos fitofarmacêuticos, normas e exigências da qualidade e ajudas comunitárias no âmbito do quadro de apoio 2021/27.