Azeitona: qual o momento ótimo de colheita?

Para ver o grau de maturação, é necessário colher uma amostra de frutos aleatória ao longo da parcela, alcançando uma quantidade que seja suficientemente representativa.

Uma vez reunidos os frutos, eles são misturados e seleciona-se, de forma aleatória, 100 frutos, os quais vão sendo agrupados de acordo com a seguinte escala:

0 - pele verde intensa

1 - pele verde amarelada

2- pele verde com manchas rosadas em menos de metade do fruto

3 - pele rosada ou roxa em mais de metade do fruto

4 - pele negra com polpa branca

5 - pele negra e polpa rosada sem chegar a metade da polpa

6 - pele negra e polpa rosada sem chegar ao caroço

7 - pele negra e polpa rosada totalmente até ao osso

Para conhecer o índice de maturidade da amostra colhida, devemos efetuar o somatório do número de frutos de cada categoria pelo índice numérico da sua categoria, dividindo posteriormente por 100, ficando a seguinte fórmula:

Índice de maturidade = (0*A + 1*B + 2*C + 3*D + 4*E + 5*F + 6*G + 7*H)/100

Onde as letras de "A" a "H" são o número de frutos de cada categoria.

Estima-se que o momento ideal de colheita para as variedades para produção de azeite, como a Picual, a Cobrançosa, a Redondil e outras, é quanto atingem valores próximos a 3,5. No caso de variedades de mesa, a colheita deve ser levada a cabo com valores máximos de 1.

Contudo, este sistema de cálculo para o índice de maturação não é válido para aquelas variedades que não alcançam a cor negra de maturação. Por este motivo, também é necessário analisar diferentes parâmetros que são indicativos e orientadores acerca do momento ideal de colheita. Estes parâmetros são:

- Rendimento em gordura total sobre amostra húmida > 20%.

- Rendimento em gordura sobre amostra seca > 45%.

- Humidade da azeitona < 55%.

Fonte: Agrodigital.com