ARTIGO: Análise do efeito do pólen do milho transgénico resistente a insetos sobre o desenvolvimento de Galleria mellonella e possíveis consequências ecológicas

milhoAnálise do efeito do pólen do milho transgénico resistente a insetos sobre o desenvolvimento de Galleria mellonella e possíveis consequências ecológicas

O presente trabalho tem o objetivo de avaliar os efeitos do pólen do milho transgênico, que expressa a proteína entomopatogênica Cry1Ab, sobre aspectos biológicos da traça da cera (Galleria mellonella) e com isso propor uma discussão sobre as possibilidades de afecção desse piralídeo à campo, debatendo possíveis efeitos ecológicos. Um ensaio biológico foi realizado, onde se ofertou às larvas pólen do milho transgênico, pólen do milho convencional e pólen comercial.

A duração da fase larval foi afetada pela composição da dieta, sendo que as constituídas de pólen de milho convencional e transgênico apresentaram os resultados mais expressivos. A mortalidade foi superior nos indivíduos alimentados com a mistura de cera virgem e pólen transgênico, no entanto não diferiu dos demais alimentos, quando junto ao pólen transgênico, foi associado favo de Apis mellifera. A largura e comprimento das pupas provindas de lagartas alimentadas com cera virgem adicionada com pólen transgênico ou convencional foram significativamente inferiores quando comparados aos valores das mensurações realizadas nas pupas provindas de outras dietas. O pólen do milho, convencional ou transgênico, por si só é um alimento menos adequado ao desenvolvimento de G. mellonella, em relação a uma dieta composta por pólen de várias plantas.

Descarregue aqui o artigo completo: 15027-90447-1-PB