Apicultura cresce em Portugal

Ao contrário da tendência mundial, a apicultura é um setor que regista crescimento em Portugal. Em 2015, a Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (FNAP) prevê um aumento de produção entre 10% e 12%, ou seja, quase o triplo da média dos últimos anos. O preço pago ao produtor tem vindo a subir, na ordem dos 15% ao ano, devido à escassez do produto no mercado, o que tem incentivado os apicultores a aumentarem a sua atividade. A estrutura de produção em Portugal também é muito competitiva, com um apicultor profissional a ter uma média de 350 colmeias, enquanto ao nível europeu, este número é de 150, salienta a FNAP. Contudo, «é necessário investir no setor, no sentido de o mel não ser vendido a granel, mas sim, depois de transformado, aumentando, desta forma, muito o seu valor e a rentabilidade dos produtores». O valor do setor apícola em Portugal está calculado em 50 milhões de euros, de acordo com dados da FNAP.

A tendência mundial é, por seu turno, de queda, com os EUA a perderam, nos últimos dez anos, mais de metade do número de colónias. Em França, este número é de 40%, o que tem levado à elaboração de vários estudos científicos, que têm identificado os pesticidas da família dos neonicotinóides como responsáveis, existindo, mesmo, já, legislação europeia para restringir o seu uso.

Fonte: Agronegocios.eu