Agrobio alerta para o “Poder do Consumidor”

A associação Agrobio está a promover para amanhã, 7 de maio, pelas 17h00, no Jardim de Belém, nos Moinhos de Santana o evento “Poder do Consumidor – O Voto no Poder de Compra”, com o objetivo de alertar para o consumo consciente e para a importância do papel do consumidor na evolução e melhoria do tecido socioeconómico das sociedades.

“Num mundo cada vez mais globalizado, com grande influência de empresas multinacionais, numa economia também ela global, a cidadania passa não só pelo voto como também pelo ato
de consumir”, pode ler-se no comunicado da associação.

Para a Agrobio, “a cada escolha, no ato de consumo, estamos a decidir que grupos económicos têm influência à escala mundial. As empresas multinacionais, influenciam não só o rumo económico dos países em que operam, através do investimento, como a vida dos seus empregados e colaboradores e consequentemente o tecido social, assim como o ecossistema do planeta. É inevitável perceber que numa simples escolha o consumidor tem muito poder. Urge assim aumentar a consciência do impacto das nossas decisões no dia-a-dia, nomeadamente em matérias decisivas para a nossa saúde e ambiente: optar pela agricultura biológica e local, tendo acesso a sementes predominantemente tradicionais e a alimentos livres de químicos de síntese; optar por marcas de comércio justo que respeitam os direitos humanos e o ecossistema; conhecer o que se consome (quem produz e como de produz), o que está por detrás dos “E’s”)”, pode lêr-se no comunicado.

A Agrobio alerta ainda para a influência política que o ato do consumo tem, relembrando que “diariamente, a nível europeu são tomadas decisões relativas à nossa alimentação que não devem ser deixadas ao acaso. Questões como a Legislação das Sementes, da Agricultura Biológica, dos Organismos Geneticamente Modificados, do Tratado Transatlântico, questões com um impacto demasiado forte na vida dos cidadãos para serem ignoradas, tornando o consumo consciente o caminho para um maior poder político de cada individuo”.

Para mais informações contactar:

Andrea Pereira - 918 545 121