Agricultores portugueses observam in loco programa agroambiental inovador na Irlanda

A Universidade de Évora, através do ICAAM - Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas organizou uma vista de estudo à região irlandesa The Burren para observar no local a implementação de um programa agroambiental inovador ao nível europeu, “The Burren Programme”.

visita

Nesta visita, que decorreu entre os dias 4 e 7 de junho, participaram agricultores do “montado alentejano”, técnicos da administração pública e investigadores da Universidade de Évora.

A visita (cross visit) surgiu e enquadra-se no âmbito dos projectos H2020, HNV-LINK e ProAgriFor, Action2 promovidos pelo ICAAM.

O programa da visita organizado pelos responsáveis, Brendan Dunford e James Moran, contou com diversas actividades que permitiram um conhecimento aprofundado do Programa Burren bem como do território onde está a ser implementado.

Foi possível durante a estada em Burren visitar explorações agrícolas, conversar com agricultores e participar em momentos de reflexão e de partilha em sala que permitiram uma melhor compreensão da metodologia seguida, a adesão dos agricultores e as vantagens para a conservação do ambiente e da paisagem.

No diálogo proporcionado entre agricultores portugueses e irlandeses foram visíveis as preocupações comuns com a conciliação entre competitividade económica e preservação do ambiente, as semelhanças entre territórios, ambos sítios da Rede Natura 2000, apesar das diferenças climáticas e de estrutura da propriedade.

No Burren predomina a pequena e média propriedade com sistema de pastoreio em prados e clima temperado marítimo enquanto que no Monfurado predomina a grande propriedade associada ao pastoreio em sob coberto de montado de azinho e sobro em clima mediterrânico.

O Programa Burren tem uma história de 20 anos na qual os agricultores são os protagonistas. Começaram por se revoltar contra uma medida agroambiental da PAC, imposta de igual forma a todos os agricultores irlandeses sem atender às especificidades de cada território.

Michael Davoren, dirigente da Associação de Agricultores do Burren conta a história de luta e de conquista de um programa agroambiental, construído em aliança com investigadores e poder político local.

Michael Davoren conta a história com um brilho no olhar, o brilho de quem conhece bem a montanha que quer preservar mas também as dificuldades da atividade agrícola e do permanente diálogo com os poderes políticos a quem cabe tomar as decisões sobre a melhor aplicação da PAC.

É um agricultor inovador que, apesar da idade olha para o futuro com esperança e determinação.

Pela sua exploração, considerada modelo na aplicação do Programa, já passaram ministros e comissários europeus.

Passados 20 anos, o Programa Burren é hoje considerado um caso de sucesso e está a ser proposto/disseminado para outros territórios irlandeses.

É um programa que assenta em objetivos de conservação da natureza traduzidos em resultados a atingir pelos agricultores na base de um processo negocial adaptado a cada exploração com acompanhamento técnico para a sua implementação.

O objetivo é dar liberdade aos agricultores para gerirem as explorações como melhor entenderem, sendo valorados e premiados pelo seu contributo para atingir os objetivos de conservação definidos para aquele território.

Saiba mais aqui e aqui.