Acordadas condições de utilização do glifosato

Os Estados-membros aprovaram as condições de uso do herbicida glifosato depois da decisão da Comissão Europeia em prolongar a autorização do mesmo, que terminava a 30 de junho.

A prorrogação ficou estabelecida por mais seis meses após a receção da opinião do Comité de Avaliação do Risco da Agência Europeia dos Produtos Químicos, ou 31 de dezembro de 2017, a data que ocorrer primeiro.

O Comité Permanente de Plantas, Animais, Alimentação e Rações, reunido em Bruxelas, aprovou a proposta da Comissão para estabelecer as condições de utilização do herbicida glifosato.

As condições aprovadas estabelecem a proibição de uma fórmula denominada POE-talloxamine nos produtos que usam glifosato; minimizar o uso do glifosato em parques públicos e jardins e reforçar os controlos na utilização do mesmo pós-colheita.

Fonte: Agrodigital