€560 milhões até 2023 para o Programa Nacional de Regadio

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, aprovou na semana passada, em Conselho de Ministros, o diploma do Programa Nacional de Regadios (PNRegadios) que visa a expansão, reabilitação e modernização dos regadios existentes e a criação de novas áreas regadas, com o objetivo de promover o regadio e outras infraestruturas coletivas, que conta com uma dotação final de 560 milhões de euros até 2023.

regadio

«O PNRegadios permite aumentar a resiliência e robustez dos sistemas agrícolas, contribuindo igualmente para a adaptação às alterações climáticas, bem como para a fixação das populações, em particular nas zonas mais debilitadas pela dinâmica de despovoamento», lê-se no comunicado.

«Para gerir os projetos enquadrados nos contratos de financiamento celebrados entre a República Portuguesa, o Banco Europeu de Investimento e o Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa, no valor total de 560 milhões de euros, é criado um grupo de projeto designado por Unidade de Execução do Programa», lê-se.