1,2 mil milhões de cooperativas celebram 96º Dia Internacional das Cooperativas

No próximo dia 7 de julho, cooperadores de todo o mundo celebrarão o Dia Internacional das Cooperativas, este ano subordinada ao tema “Sociedades Sustentáveis através da Cooperação”.

cooperativas

Em Portugal, a cerimónia comemorativa* deste Dia será coorganizada pela CONFAGRI e pela CONFECOOP, com o apoio da CASES e da Câmara Municipal de Mirandela, e terá lugar no Grande Auditório do Centro Cultural de Mirandela, pelas 14h30.

A anfitriã do evento será a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Alto Douro.

A Sessão, de entrada livre mas sujeita a inscrição, contará com a presença do Presidente da Comissão de Agricultura e Mar da Assembleia da República, Joaquim Barreto, e do Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva.

O Dia Internacional das Cooperativas tem como objetivo divulgar o trabalho meritório das cooperativas, destacar as metas do movimento cooperativo internacional em paralelo com as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e fortalecer e fomentar as parcerias entre este movimento e outros agentes, como governos (locais e nacionais) e organismos internacionais.

CONFAGRI quer «aumentar a consciência pública sobre a importância das cooperativas»

Francisco Silva, secretário-geral da CONFAGRI, recorda que o movimento cooperativo em Portugal já conquistou um lugar de grande destaque na Economia Nacional, «segundo dados da última Conta Satélite da Economia Social (referente a 2013) só o setor cooperativo soma 2.117 entidades, que representam cerca de 25 mil empregos e cerca de 490 milhões de euros no VAB nacional. É por isso urgente aumentar a consciência pública sobre a importância das cooperativas, porque este movimento, feito por pessoas e para pessoas, é o que reúne, pelas suas características de proximidade, maior competência para alcançar os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU que têm como aspiração alcançar sociedades mais sustentáveis, com maior coesão social e menores desequilíbrios económicos e sociais».

Nesta ocasião, Ariel Guarco, Presidente da Aliança Cooperativa Internacional salienta «que é possível crescer com democracia, equidade e justiça social; que as nossas sociedades não podem continuar a desperdiçar recursos e a excluir as pessoas; que devemos melhorar o presente e preservar o futuro para as próximas gerações; e que nos orgulhamos de fazer parte deste movimento. Um movimento com valores e princípios. Um movimento comprometido com a justiça social e a sustentabilidade ambiental».

Atualmente existem 1,2 mil milhões de cooperadores a nível global.

«Não há outro movimento económico, social e político que, em menos de 200 anos, tenha crescido tanto quanto nós. Mas o crescimento não é o mais importante. Nós consumimos, produzimos e usamos os recursos que o planeta nos dá, mas de forma solidária com o meio ambiente e com as comunidades. É por isso que somos um parceiro chave para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas», destaca Ariel Guarco.