Vinhos do Tejo querem quadruplicar exportações para os EUA em cinco anos

A Comissão Vitivinícola da Região (CVR) do Tejo quer quadruplicar os 300 mil litros de vinho exportados em 2012 para os Estados Unidos da América nos próximos cinco anos, reforçando a aposta forte dos produtores portugueses naquele mercado.

«Esperamos duplicar este ano os 300 mil litros exportados em 2012, passando de um milhão de euros para dois milhões em relação ao volume de negócios. Temos um objectivo ambicioso que é quadruplicar, nos próximos cinco anos, o volume atual de exportações para os Estados Unidos», afirmou o presidente da CVR Tejo.

Numa conferência de imprensa, inserida numa iniciativa de promoção dos Vinhos do Tejo junto de uma comitiva de americanos ligados ao sector, José Pinto Gaspar frisou que a CVR Tejo vai continuar a «reforçar o investimento e a divulgação» dos Vinhos do Tejo nos Estados Unidos, de forma a solidificar o trabalho de penetração que tem vindo a ser desenvolvidos, naquele «mercado importante».

Os Estados Unidos da América (EUA) são o maior importador de vinhos a nível mundial e o melhor mercado de exportação dos vinhos portugueses. De 2011 para 2012, as exportações da CVR Tejo para os EUA tiveram «um crescimento exponencial de 119 por cento», havendo a expectativa de que este valor «duplique» em 2013.

Para ler aqui.