Novas previsões agrícolas favoráveis

Segundo o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas do INE (Instituto Nacional de Estatística), as previsões agrícolas, a 31 de agosto, apontam para fortes aumentos de produtividade na maçã e na amêndoa face ao período homólogo.

A produção de maça aumenta assim 30% enquanto a produção de amêndoa regista um aumento de 65%. O crescimento de ambas deve-se às condições metereológicas favoráveis ao longo do ciclo produtivo e da entrada em produção de novos pomares. 

O pêssego também regista um aumento de produção de 5%, devendo alcançar as 49 mil toneladas, a maior produção das últimas dezasseis campanhas.

Relativamente à vinha, deverá registar-se um aumento no rendimento unitário de 5%.

Em contrapartida, nos pomares de kiwi registaram-se dificuldades de polinização e vingamento do fruto, prevendo-se uma diminuição na produtividade, que se deve registar nos 5%. A pera deve registar valores próximos da campanha anterior. 

Nas culturas anuais, preveem-se aumentos de produtividade no tomate para a indústria, para níveis próximos dos máximos históricos alcançados em 2015. No milho e girassol o rendimento médio deverá ser semelhante ao da campanha anterior.